quarta-feira, 24 de setembro de 2014

American Heart, Brazilian Soul: Brazilians are NOT Hispanic!

American Heart, Brazilian Soul: Brazilians are NOT Hispanic!:  And neither are the FRENCH CANADIANS, HATIANS, JAMAICANS, GUYANESE, SURINAMESE or the SPANIARDS for that matter!! Please add French ...

segunda-feira, 19 de março de 2012

Eu.


Apaguei tudo. Não da minha vida, pois faz parte de mim, mas apaguei as postagens do blog.

Foi um ato impensado? Não. Foi por vergonha? De jeito nenhum. Não tenho porque ter vergonha do meu ser, das minhas ideias que comandam a minha existência. O que pensei fez e faz parte de mim, ignorá-lo seria dizer que não havia começado a viver. Assim como a roda gira, o mundo dá voltas e tive que tocar adiante. Destruir o velho e dar início ao novo, mas sabendo que o antigo fez parte do ciclo. Agradeço a mim mesma por pensar como pensei e viver como vivi.

Eu não sou uma mera fulaninha que desafia o mundo só para ganhar status. Nem desafio, apenas ouço a opinião alheia. Isso não significa que concordei. Quase nunca concordo, e é assim que vivo. Sei que não há lugar se quer no mundo para mim. Não vou me encaixar, não importa onde esteja. E a Terra é grande. Mas os pensamentos que movem as pessoas são pequenos. Nasci sozinha, para fingir uma vida medíocre lá fora e viver aqui dentro. Odeio seres humanos. Seu melhor amigo não vai se tornar seu pior rival: ele já é. Seu mentor quer glórias por ter te ensinado, mas não espere superá-lo: larga-lo-ia no mesmo instante. Pense uma coisa, diga outra e aja completamente diferente. Essa é a regra. E eu não vivo nela. Não posso concordar com tamanha contradição.

Eu realmente só faço o que eu quero, o que ninguém percebe é que faço no tempo certo.